Director: Octávio Soares - Contacto: 00239 9923140 - E-mail: tropical05@hotmail.com - www.jornaltropical.st

Publicidades
Afriland First BanK- O Banco de confiança

Programa de Apoio Participativo à Agricultura Familiar e Pesca Artesanal (PAPAFPA)
 
Transferir STome_logo_cmyk.jpg (1075,9 KB)

siga-nos no Facebook

 https://www.facebook.com/SaoTomePestana

 


Comissão Eleitoral de São Tomé e Príncipe diz que falta dinheiro para eleições de Outubro

11-09-2014 O presidente da Comissão Eleitoral Nacional (CEN) de São Tomé e Príncipe, Victor Correia, instou nesta quarta-feira o Governo a encontrar mais meios financeiros para a realização das eleições de 12 de Outubro próximo e para evitar "perturbações" no processo.

"Sem meios necessários, não vai ser fácil nós podermos garantir uma boa eleição. Estamos a um mês da realização dos escrutínios, só se conseguiu mobilizar uma parte (do financiamento) esperemos que a outra parte seja mobilizada a tempo para não haver perturbações no processo de realização das eleições", disse Victor Correia no acto de entrega de 323 urnas encomendadas pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).  
 
A um mês das eleições legislativas, autárquicas e regional, o Governo conseguiu angariar dos parceiros, nomeadamente Japão, Timor-Leste, Portugal, Taiwan, Estados Unidos da América e do PNUD pouco mais de 380 mil euros, dos mais de 800 mil necessários.  
 
A esta verba, acresce o valor das urnas hoje entregues, mas que não divulgado.  
 
"Ficam deste modo assegurados cerca de 60 por cento dos meios financeiros que a Comissão Eleitoral Nacional necessita para executar as necessidades planeadas", assegurou o ministro da Defesa Nacional e Administração Interna, Óscar Sousa.  
 
No acto, o representante do sistema das Nações Unidas em São Tomé e Príncipe, José Salema, aproveitou para lançar um apelo à comunidade internacional para apoiar o país na realização destas eleições.  
 
As eleições legislativas, autárquicas e regional em São Tomé e Príncipe estão marcadas para 12 de Outubro próximo.   
 
Treze formações políticas estas inscritas junto aos tribunais para concorrerem ao escrutínio, tendo os principais partidos tornado público já os nomes dos seus candidatos ao cargo de primeiro-ministro do próximo Governo.  
 
Osvaldo Vaz, economista e vice-presidente do Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe -- Partido Social-Democrata (MLSTP-PSD) é o candidato deste partido a primeiro-ministro, Patrice Trovoada, cujo Governo caiu há dois anos através de moção de censura no parlamento, concorre pela Acção Democrática Independente (ADI) e Fradique de Menezes, que fez dois mandatos como Presidente da República entre 2002 e 2012 concorre pelo Movimento Democrático Força da Mudança -- Partido Liberal (MDFM-PL). redação com angop

« Retroceder

 
 
   
 
 
Jornal Tropical | Todo Direito reservado | Av. Marginal 12 de Julho | São Tomé e Príncipe | jornaltropical05@hotmail.com - 00239 9923140