Director: Octávio Soares - Contacto: 00239 9923140 - E-mail: jornaltropical05@hotmail.com - www.jornaltropical.st

Publicidades

 

Transferir STome_logo_cmyk.jpg (1075,9 KB)


Afriland First BanK- O Banco de confiança

 

Programa de Apoio Participativo à Agricultura Familiar e Pesca Artesanal (PAPAFPA)
 
Sociedade de Manutenção, Construções e Serviços
   
CERVEJEIRA ROSEMA 

Transferir STome_logo_cmyk.jpg (1075,9 KB)

siga-nos no Facebook

 https://www.facebook.com/SaoTomePestana

 

Fundo de Infra-estruturas Comunitário-FIC com boas perspectivas nas comunidades de S. Tomé e Príncipe

 

 

24-06-2014 O Fundo de Infra-estruturas comunitário (FIC) é uma componente do PAPAFPA financiado pelo FIDA- Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola que consiste particularmente na melhoria das condições de vida do grupo alvo, que se encontra no limiar da pobreza.

FIC foi criado pelo decreto Lei nº48/2006 de 20 de Outubro de 2006. Não obstante o decreto concernente a criação do FIC ter sido aprovado pelo Conselho de Ministros, promulgado e publicado no Diário da República em 2006, o FIC teve o seu início apenas no último trimestre de 2007.

Segundo responsável do Fundo de Infra-estruturas comunitário, Elísio Vaz,  nesta  terça feira, o (FIC), tem vindo a realizar nas comunidades de S.Tomé e Príncipe diversas obras de construção e reabilitação de infra-estruturas económicas e sociais tanto individual como colectiva, tocante ao sistema de irrigação, abastecimento de água na comunidades, reabilitação de pista, dentre outras actividades.

O FIC, tem abrangência nacional, cobre todas as comunidades rurais e Piscatórias de S. Tomé e Príncipe.

"No quadro da convenção assinado entre o PAPAFPA e o PRIASA, o FIC terá a cargo a implementação da componente ligado a construção e reabilitação das infra-estruturas agrícolas, incluindo as reparações concernentes as pistas rurais, abastecimento de água potável" disse Elísio Vaz.

 Será igualmente encarregue pela gestão administrativa, financeira e contabilístico os trabalhos que executará. O FIC beneficiará do apoio do projecto PRIASA para reforçar os estudos e controlos dos trabalhos, o dispositivo de animação, assim como a gestão financeira.

Elísio Vaz disse, de momento, estamos a trabalhar com BAD através do programa PRIASA que é um programa que tem como objectivo de ajudar os que dedicam à cultura alimentares. Da parte do FIDA existe uma parceria com  PRIASA para a construção de infra-estruturas para as pessoas que  dedicam culturas alimentares.

Elísio Vaz sublinhou “deparamos também com alguns constrangimentos que as vezes acontece na base dos nossos trabalhos, é na identificação dos espaços para a construção de uma determinada infra-estruturas, como a construção do armazém”.

 Elísio frisou, o problema que existe também por outro lado, nem sempre todas as comunidades honra o compromisso aos trabalhos comunitário, isso trás problema ao arranque das obras, mas debatemos essas situações e conseguimos cumprir cerca de 100% da obras nas comunidades santomenses.

Para concluir, Elísio Vaz  Sublinhou,  pois o projecto financiador contribui com 90% para execução da obra e 10% é da parte da comunidade, que perfaz 100% para a execução de uma obra. 

Ot.Soares

 

 
 
 
   
 
 
Jornal Tropical | Todo Direito reservado | Av. Marginal 12 de Julho | São Tomé e Príncipe | jornaltropical05@hotmail.com - 00239 9923140