STP: José Maria Neves e Carlos Vila Nova assinalam laços históricos e projectam o futuro

user 10-Jul-2024 Nacional

Os Presidentes de Cabo Verde e São Tomé e Príncipe destacaram esta terça-feira os laços históricos e de amizade entre os dois povos e projectaram o reforço da cooperação entre os dois países que vão assinalar 50 anos de independência em 2025.

O chefe de Estado são-tomense, Carlos Vila Nova, considerou que a visita do seu homólogo cabo-verdiano iniciada ontem ao arquipélago, constitui “um marco muito importante” e apontou as relações entre os dois estados independentes há 49 anos, mas com uma “história que começou há muito tempo”.

“[Em] São Tomé há são-tomenses, não cabo-verdianos, [e] se calhar em Cabo Verde haverá também cabo-verdianos e não haverá são-tomenses”, enfatizou.

O chefe de Estado são-tomense disse que o programa de visita de José Maria Neves destaca o conteúdo cultural com o institucional para dar ainda mais destaque a história e as pessoas.

“Eu dou muita importância àquilo que são as relações humanas, as pessoas, o que elas constituem, o que elas significam para nós”, sublinhou Carlos Vila Nova em declarações a imprensa no salão nobre da Presidência da República.

“Eu espero agora de nós, os actores políticos, de momento, nos nossos países [que] possamos fazer cada vez mais e melhor para reforçar ainda mais esta relação que já existe entre nós, de amizade de cooperação e que ela seja fortalecida a cada dia”, referiu Carlos Vila Nova.

O chefe de Estado de Cabo Verde disse sentir-se “em casa” destacando “os laços históricos que unem os dois países, os laços de consanguinidade”, e sublinhando que em São Tomé e Príncipe está uma “das mais importantes comunidades cabo-verdianas espalhadas pelo mundo”.

“Esta visita é um dever de gratidão pela forma como receberam e pela forma como os cabo-verdianos foram também integrados. Sabemos que os desafios em relação à comunidade cabo-verdiana aqui São Tomé são enormes, mas tem a ver com os constrangimentos, os desafios da própria sociedade de São Tomé”, disse José Maria Neves.

Cabo Verde celebrou 49 anos da Independência no dia 05 de Julho e São Tomé e Príncipe celebrará no dia 12, por isso José Maria Neves defendeu a preparação para uma celebração conjunta dos 50 anos de independência dos dois Estados no próximo ano.

“Vamos iniciar agora 365 dias de comemorações dos 50 anos e o cinquentenário é um momento marcante na vida dos nossos dois países […] vamos lançar juntos esta caminhada rumo à comemoração dos 50 anos, na perspectiva não apenas de fazermos o balanço do que fizemos bem, do que precisamos melhorar, mas sobretudo de projectar um futuro melhor para os nossos dois países”, defendeu José Maria Neves.

“A cooperação entre Cabo Verde e São Tomé tem sido elevada, as nossas relações são excelentes em vários domínios e essas visitas dos mais altos representantes dos dois países acabam por fortalecer os laços de amizade e de cooperação e acabam também por abrir novas avenidas de trabalho”, vincou o José Maria Neves.

José Maria Neves está em São Tomé acompanhado pelo ministro das Comunidades, Jorge Santos, e pelos deputados pelo Círculo Eleitoral de África, Orlando Dias e Mário Teixeira.

Do programa divulgado de José Maria Neves para quarta-feira destacam-se a participação numa sessão solene no parlamento são-tomense e encontro com o primeiro-ministro, Patrice Trovoada.

Na sexta-feira, o chefe de Estado junta-se às celebrações dos 49 anos de independência de São Tomé e Príncipe, que será comemorado na cidade Santo António, na ilha do Príncipe.

Por Expresso das Ilhas

Notícias Relacionadas

Noticias Recentes