Presidente são-tomense pede aos jovens “sacrifício e esperança no futuro”

O Presidente são-tomense, Evaristo Carvalho, considerou que a melhor maneira de homenagear os heróis da liberdade é através de “muito trabalho, sacrifício e esperança no futuro”.

“Devemos dignificar os nossos mártires com mais e mais trabalho, solidariedade e paz. É necessário que a juventude continue a marchar para dar continuidade à nossa história, prosseguir esse caminho da liberdade, com paz social e esperança num futuro melhor”, disse o chefe de Estado.

Evaristo Carvalho falava no final da celebração do 77.º aniversário do massacre de 1953, levado a cabo pelas tropas coloniais portuguesas que se iniciou na vila de Batepá, no distrito de Mé Zóchi, fazendo mais de 1000 mortos.

sapo.pt

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*