Governo condena acto criminoso praticado pelo deputado Diolindo Damata ao cambista Carlito Nólia

SAMSUNG DIGITAL CAMERA

O País tomou o conhecimento do homicídio praticado pelo deputado Diolindo Damata que vitimou o jovem cambista de nome Carlitos Nólia, nas imediações da Policia Judiciaria, o Governo considera veementemente este acto criminoso, pois nada justifica tamanha violência, atentatória a vida humana, o bem mais sagrado e inviolável, a nota de condolências do governo lida ontem pelo porta-voz, Adelino Lucas, Secretário de Estado para Comunicação Social.

Segundo Adelino Lucas, importa recordar que num Estado de Direito Democrático, a lei está acima de todos, mormente, dirigentes, governantes e deputados.

Conforme a nota, o Secretário de Estado para Comunicação Social referente neste momento em que se assinala o mês da modernização da justiça, a nação são-tomense aguarda com expectativa que a justiça seja feita de forma exemplar, eficaz e célere. O Governo exorta a Assembleia Nacional para colaborar com a justiça em tudo quanto se afigurar fundamental para que as entidades judiciais desempenhem a sua função.

“O Governo apela a população a se manter calma a serena, devendo cumprir de forma escrupulosa medidas para a manutenção da ordem pública, protecção de pessoas e bens, pois não será tolerado nenhuma acção de desacato, vandalismo ou qualquer facto passível de pôr em causa a tranquilidade e paz social reinante”, leu-se no comunicado.

O Governo lamenta o sucedido e aproveita o ensejo para endereçar a família enlutadas as suas condolências nesta hora de tristeza, dor e luto”, concluiu Adelino Lucas.

O. Soares

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*