Câmara Distrital de Agua Grande lança operação vassoura 2020

A localidade de Oque Del-Rei foi  o primeiro local seleccionado com o lançamento  de operação vassoura 2020 nesta sexta feira, uma intervenção  tripartida entre a  Câmara Distrital de Agua Grande em parceria com o cônsul honorário de São Tome e Príncipe e a Empresa   JAA.

Operação vassoura 2020 consiste em combate de emergência por parte da Câmara Distrital de Agua Grande de São Tome e Príncipe em recolher certos lixos causados pela quadra festivas, pelo facto, muito consumo de muita gente que efectuaram limpezas nos seus quintais e nas glebas, que pelo consequente, depositaram a quantidade de lixos para a Câmara recolher.

A autarquia de Agua Grande não tinha meios para dar a cobertura a esta quadra, viabilizou com devida atenção em colocar pessoal para fazer varreduras no centro da cidade, o método que não tinha muito êxito, pelo facto por haver muita acumulação que não se poderia tirar a mão. Mas, que neste momento exige máquinas retroscavadora e caminhões grandes para removerem essas grandes quantidades de lixos que existem em vários pontos periféricos da cidade.

O presidente da Câmara Distrital de Agua Grande de São Tome e Príncipe, José Maria mencionou os pontos periféricos relacionados com as grandes quantidades de lixos, como a zona do Bairro do Hospital, a Zona de Campo de Milho, Pantufo , Santo António,  Praias Gamboa e Loxinga , a Zona de Oque-del – Rei , uma séria de zonas que tinha que fazer a intervenção rápida.

A Câmara Distrital de Agua Grande em parceria com o cônsul honorário de São Tome e Príncipe e a Empresa JAA vai recolher durante cinco dias certos resíduos sólidos do distrito.

O arranque de operação vassoura 2020 iniciou esta sexta feira na zona de Oque Del-Rei como  o primeiro local escolhido com o lançamento  de operação vassoura 2020. Esta intervenção é tripartida, entre a Câmara Distrital de Agua Grande em parceria com o Cônsul Honorário da República Democrática de São Tomé e Príncipe e a Empresa   JAA, visa varrer todo o lixos  do distrito de Agua Grande , tanto no luchans como no centro da cidade capital.

José Maria falou sobre estratégia para evitar amontuação dos lixos nas periferias da cidade “ essa operação de vassoura 2020, vai ser continua”  afirma este responsável e tendo constatado que “ contamos com a colaboração das autoridades do país, de forma a dar resposta esta situação”.

“Para além disso, vamos colocar as câmaras de vigilâncias nos certos locais para identificar os infractores”, afirma.

José Maria apelou a população, “ a cidade mais limpa não é aquela que mais limpa, mas sim aquela que menos suja “ , que existe pessoas com o comportamentos poluentes, deixando lixos fora do local de recolha, e com este comportamento, “a nossa cidade não será uma cidade limpa  e quando memo sujarem a cidade  mais  limpa ela será”, explica.

José Maria disse “este projecto é um programa que está inserido no plano da câmara” sublinhando “que esta campanha conta também com envolvimento das autoridades, uma parceria com os Serviços Prisionais e Reinserção Social que está a ser frutífera” e tendo constatado “ também a Polícia Nacional e Policia Judiciaria (PJ) que estão envolvidas neste processo para identificação dos poluidores nesta cidade.

O. Soares

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*