Cabo Verde quer ser “exemplar” no combate à corrupção

Cidade da Praia – O vice-primeiro-ministro de Cabo Verde, Olavo Correia defendeu nesta segunda-feira, que o país tem de trabalhar para ser “exemplar” no combate à corrupção.

As declarações foram feitas durante à abertura de um seminário sobre “Transparência na Contratação Pública”, onde não deixou de criticar a generalização na opinião pública de casos pontuais, face às repercussões na reputação nacional.

Olavo Correia que presidiu o acto, sublinhou que o combate à corrupção é uma das grandes bandeiras do Governo.

“Por outro lado, nós estamos a trabalhar para garantir uma rede de aquisições públicas cada vez mais transparente e com capacidade para punir os prevaricadores”, exemplificou o também ministro das Finanças.

Olavo Correia, destacou que Cabo Verde tem “estado a avançar” em matéria de transparência e combate à corrupção, dando ainda como exemplos a recente criação do Conselho de Prevenção da Corrupção ou a nova Lei da Dívida Pública.

Além disso, garantiu que as várias autoridades com responsabilidade nesta matéria estão a ser mobilizadas “para verem onde existem buracos na lei, imperfeições e más práticas”, no sentido do Governo ou o parlamento possam intervir de forma precisa e imediata para poder corrigir.

Na mesma intervenção, Olavo Correia acrescentou que o Governo está a trabalhar para que todo o “quadro seja extensível aos municípios”, em matéria de prevenção da corrupção, desde logo com uma nova lei de base do orçamento municipal e um novo regime financeiro dos municípios.

Angolapress

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*