Contacto -: +239  9923140 -jornaltropical05@hotmail.com

 

 

A atriz Angel Montteiro começará a gravar cenas na série

 “Sobrevivendo no Inferno” 

 

 

A atriz Angel Montteiro, que além de jornalista também é formada em Educação Física, começará, no mês de setembro, a gravar suas cenas na série “Sobrevivendo no Inferno” em que será um dos destaques, dando vida à uma diretora de um presídio. 

A ficção baseada em fatos reais irá abordar o universo prisional feminino e para compor a diretora " Raquel Lima", Angel visitou, com outras atrizes do elenco, a penitenciária Tavarela Bruce em Bangu.  "Foi de extrema importância passar o dia inteiro dentro do Talavera Bruce, afinal pude conversar bastante e tirar várias dúvidas com a diretora da instituição, Gleice Ferraz, que nos recebeu com muito carinho e atenção, além de ter tido também, contato com algumas internas e conversar diretamente com elas", declara a atriz. 

Para compor sua personagem Angel Montteiro foi convidada a participar do primeiro Workshop da Secretaria de Administração Penitenciária no Enfrentamento da Violência Contra as Mulheres, na SEAP, onde teve contato direto com a sua maior inspiração: Maria Rosa Lo Duca Nebel, que é a 1ª policial penal mulher a ser nomeada Secretária de Administração Penitenciária do país. 

"Na série ''Sobrevivendo no Inferno'' a minha personagem vai lutar contra o sistema para fazer inúmeras melhorias no presídio fazendo com que as apenadas tenham um tratamento humanizado e seja aplicado projetos de trabalho e estudo a essas mulheres. Esse é exatamente o objetivo da atual Secretária Maria Rosa Nebel, que além de tentar melhorar o sistema prisional tem um olhar totalmente voltado em prol da valorização da Polícia Penal brasileira” explica Angel. 

A série de ficção "Sobrevivendo no Inferno" é roteirizada e dirigida por Rayssa de Castro que também escreveu e dirigiu o filme “Rocinha, Toda História Tem Dois Lados” onde Angel também atuou vivendo uma repórter na trama.
, onde será um dos destaques, dando vida à uma diretora de um presídio. A ficção baseada em fatos reais irá abordar o universo prisional feminino e para compor a diretora " Raquel Lima", Angel visitou, com outras atrizes do elenco, a penitenciária Tavarela Bruce em Bangu. 
"Foi de extrema importância passar o dia inteiro dentro do Talavera Bruce, afinal pude conversar bastante e tirar várias dúvidas  com a diretora da instituição, Gleice Ferraz, que nos recebeu com muito carinho e atenção, além de ter tido também, contato com algumas internas e conversar diretamente com elas", declara a atriz.
Para compor sua personagem Angel Montteiro foi convidada a participar do primeiro Workshop da Secretaria de Administração Penitenciária no Enfrentamento da Violência Contra as Mulheres, na SEAP, onde teve contato direto com a sua maior inspiração: Maria Rosa Lo Duca Nebel,  que é a 1ª policial penal mulher a ser nomeada Secretária de Administração Penitenciária do país.

"Na série ' Sobrevivendo no Inferno' a minha personagem vai lutar contra o sistema para fazer inúmeras melhorias no presídio fazendo com que as apenadas tenham um tratamento humanizado e seja aplicado projetos de trabalho e estudo a essas mulheres. Esse é exatamente o objetivo da atual Secretária Maria Rosa Nebel, que além de tentar melhorar o sistema prisional tem um olhar totalmente voltado em prol da valorização da Polícia Penal brasileira” explica Angel. 
A série de ficção " Sobrevivendo no Inferno" é roteirizada e dirigida por Rayssa de Castro que também escreveu e dirigiu o filme “Rocinha, Toda História Tem Dois Lados” onde Angel também atuou vivendo uma repórter na trama.

POR JOACLES COSTA